Residência Inclusiva

Proteção Social Especial de Alta Complexidade
10 pessoas acolhidas e assistidas 24h e 7 dias por semana por unidade,com total de 20 acolhidos pelas duas Residências
02 unidades de Residência Inclusivas

Instaurado na Assopoc em 2020, esse diferenciado modelo de acolhimento para jovens e adultos entre 18 e 59 anos com deficiência, oferta um serviço de acolhimento Institucional no âmbito da Proteção Social especial de alta complexidade por meio de duas unidades, a Residência Vó Inhá e a Residência Dona Margarida.

Conheça a Residência Inclusiva

Veja como atuamos

Acolher com qualidade jovens e adultos com deficiência, entre 18 e 59 anos, em situação de dependência e que não disponham de condições de autos sustentabilidade é a missão das unidades Residência Inclusiva Dona Margarida e Residência Inclusiva Vô Inhá. Ambas, atuam sob a ótica do acolhimento institucional de forma a garantir uma proteção social especial de alta complexidade para os 10 usuários acolhidos em cada uma delas. Mais do que um acolhimento institucional, as unidades são casas aconchegantes que revelam identidades, abrigam pessoas humanas e guardam suas histórias.O grande objetivo do modelo de acolhimento da Residência é romper com a prática dois olamento, incluindo os usuários no convívio da comunidade e na construção progressiva da autonomia.As unidades são totalmente adaptadas, com estrutura física adequada e com equipe especializada disponível 24 horas ao dia, 7 dias por semana. Junto a ela, por sua vez, os acolhidos desenvolvem suas capacidades físicas melhorando a funcionalidade e aumentando a qualidade de vida. Não esquecendo da importância da higiene,acessibilidade e habitualidade, com foco de atenção básica num ambiente de cuidados. Ainda sobre a equipe técnica, é importante destacar atuação do corpo de enfermagem, que atua realizando intervenções, promovendo e protegendo a saúde por meio do cumprimento de rotinas estabelecidas.

Veja a galeria!

Confira quem são nossos atuais parceiros

"O maior legado da parceria entre a Acibra [Associação de Cultura Ítalo-Brasileira] e a ASSOPOC, talvez, seja a inserção da entidade no contexto da participação internacional em termos de recepção de ajuda humanitária. Já há projetos envolvendo os consulados da Itália, Japão e Alemanha, todos, são trabalhos sérios, como o da ASSOPOC, que sensibilizam os estrangeiros."

Anísio Ciscotto
Ex-presidente da Associação de Cultura
Ítalo-Brasileira, Acibra, de Minas Gerais

"Há 10 anos acompanho a trajetória da Associação, e sempre fico admirado com seriedade e a excelente condução do trabalho. Em todas as minhas visitas constato iniciativas inovadoras, sejam elas, em atividades ou em ambientes novos. Como parceiro da entidade e doador por meio da conta de luz da Cemig, posso afirmar que se trata de um trabalho de pura generosidade."

Geraldo Domingues Coelho
Desembargador do estado de Minas Gerais

"Lembro-me bem das primeiras reuniões da ASSOPOC, quando tudo era ainda mais difícil, e só o que tínhamos era o desejo de ajudar e apoiar esse projeto solidário do Sérgio. Olhar para trás e perceber que centenas de pessoas já passaram por aqui é uma satisfação enorme, mas nada se compara a certeza de que ainda pode-se fazer mais por mais gente."

Wagner da Silva Parreiras
Membro do Conselho Fiscal da ASSOPOC
SEDE EM CRUCILÂNDIA
Rua São Vicente de Paula,175
Vicentino - Crucilândia/MG
E-mail: contato@assopoc.org.br
Celular: (31) 98853-0144
Telefone: (31) 3378-2107
Escritório de BELO HORIZONTE
Rua Engenheiro Ocelo Cirino, 55
Estoril - Belo Horizonte/MG
E-mail: contato@assopoc.org.br
Celular: (31) 98853-0144
Telefone: (31) 3574-1190
icone para o facebookicone para o facebookicone para o facebook
Marca Ingage
Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!